CULTURA

CULTURA

1

Foto: divulgação

Professora titular do Departamento de Ciência Política da Universidade Estadual de Campinas, a cientista política Rachel Meneguello é a convidada do Ponto a Ponto deste sábado (16), às 23h (horário do Recife), na BandNewsTV. O tema do programa, sob comando da jornalista Mônica Bergamo e do sociólogo Antonio Lavareda, é “Projeções para 2018”. O programa ganha reprise no domingo (17), às 16h30.

Rachel Meneguello é  Seus livros e artigos publicados resultam de pesquisas sobre partidos políticos, comportamento político e estudos sobre democracia.

CULTURA

Dom Quixote 1

Foto: divulgação

Se gosta de arte, agende: dia 5/12, às 19h, no Ferreira – Atelier & Galeria, em Campo Grande, acontecerá o coquetel de abertura da exposição Os tons que pintam o Dom. Dezoito artistas pernambucanos decidiram homenagear os 470 anos do escritor espanhol Miguel de Cervantes e recriaram o universo quixotesco em pinturas, aquarelas, gravuras e esculturas.

Participam Alexandre Almeida, Ana França, Suzana Costa, Andréa Spinelli, Rikia Amaral, Beatriz Brenner, Abraão Figueiredo, Arnaldo Lopes, Dorival Lima, Lord Jymy, Sebastião Rosa, Marcos Carvalho, Waldir Aracaty, Geraldo Falcão, Isac Vieira, Oberdan Rodrigues, Edu Lima e Murilo Santiago.

A curadoria é assinada pela Drª Sandra de Souza Melo, do Departamento de Expressão Gráfica do Centro de Artes e Comunicação da UFPE, e parte da renda obtida com as vendas será doada para o Hospital Oswaldo Cruz.

Serviço:

Ferreira – Atelier & Galeria fica na Rua Catulo da Paixão Cearense, 263, Campo Grande – Recife, terá e poderá ser visitada até o dia 19/12, sempre das 9 às 17h. Mais informações: (81) 3427.2703 / 999745604.

CULTURA

Araripe Serpa

Foto: divugação

Iniciamos a matéria com uma dica: o livro Narrativas de um Escudeiro: 1945 – 1972: quebrando o complô do silêncio, de Araripe Serpa, é uma ótima opção de presente de Natal/Ano Novo. Por quê? 2018 está aí e Narrativas trata da política no Brasil, num período em que o fazer política era diferente – melhor, pode-se afirmar. É, portanto, uma leitura que enriquece, esclarece o olhar.

Ele conta o que viu e o que pensa sobre Getúlio Vargas, Jânio Quadros, Faria Lima e Hugo Borghi. “Considero esses homens injustiçados pela narrativa. Revelo o lado b dos fatos”, diz Araripe. A publicação é composta por dois tomos.

Sobre o autor

Araripe Serpa, 91 anos, bacharel em direito e administrador de empresas, foi quatro vezes deputado estadual por São Paulo, a primeira delas aos 23 anos. Ocupou o cargo de secretário de educação e cultura da capital paulista durante a gestão do brigadeiro Faria Lima e, entre outras façanhas, criou o corpo de baile do Teatro Municipal daquele estado.

Narrativas de um Escudeiro foi lançado em São Paulo e Recife, mas, boa notícia, Araripe já está escrevendo um novo livro. Pelo que sabemos, o título provisório é Obrigado, Pernambuco! E, como sugere, focará na fase pernambucana do escritor.

Saiba mais sobre a obra

O que o motivou a escrever o livro? 

O complô de silêncio de que são vítimas os meus personagens, relegados que foram, devendo ser ignorados, desconhecidos, das gerações que vieram depois. Negando-lhes a condição de grandes homens, exemplos na política brasileira. Meu livro é uma revolta contra isso, contra essa injustiça. Narrativas de um Escudeiro procura tirar do limbo imerecido Getúlio Vargas, Hugo Borghi, Jânio Quadros e José Vicente Faria Lima.

Em que época surgiu a vontade de escrevê-lo e quanto tempo ela demorou para ser concretizada?

A vontade de escrever surgiu em 2007. A concretização foi rápida; no dizer daqueles tempos: ´a voo de pássaro`. Ao final do ano o livro já estava terminado. A memória foi muito solicitada e, a meu ver, correspondeu. Difícil foi publicar, cerca de 9 anos.

Narrativas de um Escudeiro fala de políticos e, consequentemente, de política. Qual a diferença entre a política de antes e a de hoje. Existe essa diferença?  

As diferenças são gritantes. A dignidade do Poder Legislativo era ponto alto dos representantes do povo. Não havia a profusão de benesses que pululam nos dias de hoje. Era o próprio deputado que se debruçava sobre os problemas: discursos, projetos, emendas, substitutivos, vetos e outros; sem o exército de “assessores” – o mais das vezes meros cabos eleitorais – paparicando o parlamentar, atravancando salas e corredores. Não há, sequer, espaço físico para tanta gente… Carros só os da Mesa Diretora e dos serviços essenciais da Casa.

Vereadores, em municípios que mal se sustentam, recebem salários régios por algumas horas semanais de trabalho noturno, enquanto os serviços de educação e de saúde perecem à falta de recursos. Naquele tempo, a não ser nas capitais, vereador era considerado serviço relevante. Havia honra em servir – serviço meritório que distinguia o cidadão que o prestava. Senadores, deputados eram recebidos com respeito e atenção; hoje, o mais das vezes são considerados bandidos e, quase sempre, são!

Os personagens da obra são, indubitavelmente, pessoas e profissionais que têm a sua admiração. Há algum político do presente que mereça a sua deferência?  

Os personagens do meu livro tiveram posição de destaque na vida pública brasileira e, como eles, tantos outros se destacaram como cidadãos prestantes e marcaram o Brasil com honradez e dignidade. Não quero cometer injustiças, mas, uns poucos a guisa de exemplo: Ulisses Guimarães, Mário Covas, Pedro Simon, Marco Maciel e Roberto Magalhães.

Quanto aos políticos dos dias atuais, pendentes do crisol da Lava Jato… É que lobo não come lobo. Os maus não se empenham em prejudicar uns aos outros; respeitam-se porque se temem.

Quais são os maiores ´calos`, problemas que impedem que o Brasil seja considerado uma nação desenvolvida? 

O fundamental: a decisão de abraçar como obra capital a Educação, objetivo absolutamente prioritário, sem nenhum faz de conta. Tomando como exemplo Singapura, Japão, Coréia do Sul e o Havaí, nos Estados Unidos; os países nórdicos: Dinamarca, Noruega; Canadá, Austrália e alguns outros. Na esteira da Educação, a Saúde encontrará solução e todos os demais ‘calos` serão resolvidos.

E mais: a meu ver a solução definitiva para o Brasil passa pela necessidade de uma Assembléia Nacional Constituinte com representantes eleitos para o fim exclusivo de escrever a Carta Magna, proibidos de exercer, por, no mínimo, vinte anos, qualquer função legislativa, executiva ou judiciária. Após, serão considerados pais da pátria, merecedores de todo o respeito e honrarias da nação que lhes assegurará meios lícitos e suficientes para um viver tranqüilo à altura da dignidade merecida. Pode parecer sonho, mas é o remédio amargo capaz de curar a vergonha dos dias de hoje e fazer do Brasil o grande e justo país, com que todos, sonhamos. Em pouco tempo, estaremos entre os primeiros do mundo, provavelmente, o primeiro.

O Brasil tem jeito? 

Claro que sim. Se ele é capaz de sobreviver com todas as espécies de ladroagem que as quadrilhas que infestam o Congresso Nacional e os demais órgãos da República desenvolvem… Se pode sobreviver, suportando a corrupção avassalante, desenfreada, que mina de morte a democracia, por que não teria jeito? Tem jeito sim. Uma Constituição sem furos, sem janelas adrede preparadas para uso dos malandros… Governo forte, enérgico, honrado, sem concessões ao compadrio, ao corporativismo, sem perder de vista o ideal democrático, voltado exclusivamente para o bem comum! Aos possíveis críticos da expressão governo forte, fico com a sabedoria popular: Para grandes males, grandes remédios. Questões graves requerem providências enérgicas.

Um novo livro está a caminho. Já tem título? Sobre o que trata? 

Sim, o novo livro já está em elaboração. Ainda, não está definido o seu título. O tema é, principalmente, sobre Pernambuco e algumas incursões em São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília.

Por último, uma curiosidade: como é seu método e rotina de trabalho? Está escrevendo todos os dias? Utiliza o computador?   

Uso, eventualmente, o computador. A preferência recai quase sempre na escrita a lápis, sobre folhas de papel em branco. Há períodos em que consigo escrever seguidamente e outros que demandam lembranças, pesquisas, consultas, demorando um pouco mais. Tudo é mais ou menos rápido.

PS: à venda na Livraria Saraiva.

 

 

CULTURA

4

Foto: divulgação

Com o tema “O Recife boêmio do início do século XX”, o Instituto Ricardo Brennand apresenta neste sábado (28), a 111ª edição do Peça a Peça. Em debate estarão cartões postais que retratam um pouco das transformações urbanísticas do Recife em meados do século XX.

A programação terá início às 15h com a apresentação de música do violonista Jardel Souza. Já às 15h30, haverá leitura de obra com o historiador e educador André Hélio. Às 16h, é a vez da oficina de art postal. A entrada para o complexo cultural custa R$ 25,00 (inteira) e R$ 12,00 (meia-entrada). Crianças até 7 anos não pagam.

CULTURA

8

Foto: divulgação

O vernissage super exclusiva da exposição do publicitário e artista plástico Marcello Serpa para a Art Private Gallery, em Nova York, chacoalhou a ilha de Manhattan. Em sua lista de convidados estavam presentes grandes nomes do mundo da arte, moda e mídia.

Os organizadores arrasaram na produção e a nossa pernambucana “Piturinha” foi a sensação da noite. O público americano e brasileiro não largou o copo da tradicional caipirinha à base da cachaça Pitú enquanto apreciava as belíssimas obras de arte de Serpa ou dançava ao som da cantora Maria Gadú.

A exposição “Terebintina” (Turpentine) conta com diversas obras em acrílico sobre tela assinadas por Serpa, que tem como inspiração maior o avô: “Um artista de Pernambuco com uma alma muito colorida”. O vernissage aconteceu no último dia 05 de outubro.

CULTURA

7

Foto: divulgação

Pela segunda vez, de 10 a 15 de outubro, a Capital do Forró vira a Capital da Literatura, com a Feira Nacional do Livro do Agreste – Fenagreste. Promovido pela Associação do Nordeste das Distribuidoras e Editoras de Livros – Andelivros, a Companhia Editora de Pernambuco – Cepe, com apoio do Governo de Pernambuco e da Prefeitura de Caruaru, o evento leva à cidade autores das mais variadas vertentes – da literatura infantojuvenil à história brasileira – para debater com o público, realizar cursos e autografar obras. A programação destaca as comemorações pelo Dia das Crianças, 12, e o Dia do Professor, 15.

A Feira ocupará o Espaço Cultural Tancredo Neves e funcionará, diariamente, das 9h às 21h, oferecendo dezenas de atividades gratuitas. Na noite do dia 10, haverá a solenidade de abertura, com a presença de autoridades, e uma homenagem ao escritor José Condé, a quem esta edição é dedicada. A importância do autor para a literatura nacional será destacada pelo também escritor Edson Tavares. A abertura contará ainda com o compositor Onildo Almeida, apresentando a sua famosa música A Feira de Caruaru.

CULTURA

4

Foto: divulgação

O cantor, compositor e rabequeiro Maciel Salú está de malas prontas para mais uma temporada na Europa. Acompanhado de sua Rabeca e de sua esposa e produtora Rute Pajeú (Grão – Comunicação e Cultura), o artista cumprirá uma intensa agenda de trabalho. Dessa vez a viagem foi a convite do grupo francês Bel Air, com quem Maciel Salú ficará de 8 a 13 de outubro. Entre as ações previstas com o grupo estão uma semana de imersão na região da Bretanha, com passagem pelas cidades de Rennes e Carhaix-Plouguer, para vivência, ensaios e gravações. As atividades culminam com um show na cidade de Fosses, localizada próxima a Paris, no dia 13 de outubro.

Com uma agenda intensa devido à turnê nacional realizada com o incentivo do Funcultura, Maciel Salú retorna para Pernambuco no final de outubro para retomar a turnê de shows em São Paulo, Curitiba, Florianópolis, Porto Alegre, Salvador, Natal, João Pessoa, além de apresentação no próximo dia 21 de outubro, na cidade de Tracunhaém, na Mata Norte pernambucana, onde há mais de 10 anos realiza um trabalho social junto ao Maracatu Rural Águia Formosa.

CULTURA

2

Foto: divulgação

O Ponto a Ponto deste sábado (30) traz o embaixador Rubens Ricupero, 80, ex-ministro do Meio Ambiente e da Fazenda, que fez duras críticas ao Itamaraty em entrevista recente. O semanal da BandNewsTV, mediado pela jornalista Mônica Bergamo e o sociólogo Antonio Lavareda, vai ao ar à 0h, com reprise no domingo (1°), às 17h (horário de Brasília). O tema do programa é “A diplomacia na construção política”.

CULTURA

Habib e Valeria (foto de Marina Mahmood)

Foto: Marina Mahmood

Pra você que gosta de arte, uma dica supimpa: quarta-feira, 27/9, às 17h, na Galeria de Artes Corbiniano Lins, Sesc Santo Amaro, acontecerá a abertura da exposição Entre ser um e ser muitos, da artista plástica espanhola Valeria Rey Soto e do escritor egípcio Habib Zahra. A mostra traz algumas das aquarelas originais utilizadas nos livros publicados pela dupla – O Burro Errante, O último golpe do Lobo Mau e O dia em que a Morte sambou. O casal, que reside desde 2005 em Olinda, Pernambuco, estará presente na abertura.

Apesar da natureza infantojuvenil das obras, leitores de todas as idades são tocados. Há humor, generosidade e dilemas humanos como a formação de identidade, conflitos éticos da vida em comunidade e a capacidade de reescrever a própria história.

Além da exposição, dois espetáculos inspirados nos trabalhos serão apresentados no Teatro Marco Camarotti, também no Sesc Santo Amaro. O primeiro é O dia em que a Morte sambou, do gênero teatro de bonecos de sombra. Com atuação de Habib Zahra, a peça será encenada no dia 29 de setembro, às 10h, e no dia 30, às 16h – conta a história de um velho brincante, Seu Biu, que não deixa a idade e nem a Morte acabarem com sua alegria de viver. Apesar de morar sozinho e ser alvo de inveja, vive sorrindo e despreocupado. Um dia, a Morte resolve buscá-lo. Mas, ao chegar na casa do ancião, é recebida de uma forma totalmente inesperada.

No dia 1º de outubro, tem O último golpe do Lobo Mau, às 16h. O protagonista se acha o único verdadeiro Lobo Mau de toda a história e vive a desprezar os lobos incompetentes que aparecem em outros contos. A entrada é 1kg de alimento não perecível que será destinado ao Banco de Alimentos do Sesc.

O público poderá realizar a visitação gratuitamente a partir do dia 28/09, de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h, até o dia 10 de fevereiro de 2018. Grupos e escolas podem fazer agendamento, inclusive aos sábados, pelo telefone (81) 3216.1728.  O Sesc Santo Amaro fica localizado na Rua Treze de Maio, nº 455.

CULTURA

8

Foto: divulgação

O Instituto NET Claro Embratel abre, no dia 27 de setembro, as inscrições para a 3ª edição do NETLABTV concurso para novas ideias de séries brasileiras, que busca identificar talentos criativos de todo o País e gerar mais oportunidades de negócios para o setor audiovisual. Criadores poderão inscrever seus projetos nas categorias Ficção e Não Ficção. Nesta edição, foi incluída a nova categoria Social Video, onde estudantes poderão concorrer com roteiros de séries de curta duração focadas nas redes sociais.

Os 12 vencedores (quatro por categoria) participarão de um laboratório em São Paulo e pitching dos projetos para players de mercado de TV e internet. Eles também receberão consultoria e verba de apoio para o desenvolvimento dos seus roteiros.  Nas duas edições anteriores, o concurso recebeu inscrições de três mil projetos de criadores de 26 estados brasileiros.

Apoiando o crescimento do mercado audiovisual nacional, o NETLABTV tem como parceiros institucionais os principais canais e programadoras de TV por assinatura, agregadores de internet do País e conta ainda com o apoio da Associação de Autores Roteiristas – ABRA, SPCINE e BRAVI – Brasil Audiovisual Independente.

Além do concurso, o projeto realiza seminários, masterclasses, laboratórios, consultorias e pitchings e dissemina conhecimento sobre criação e mercado via Blog e redes sociais.  Mais informações em www.netlabtv.com.br.

POR MARISTELA BELTRÃO

A Revista Club foi a primeira revista social de Recife, lançada em 1999. Em 2008, seguindo a tendência global, a Revista Club impressa foi transformada em virtual, que volta a circular depois de uma breve parada, sempre com Maristela Beltrão no comando.

LER MAIS

RECEBA NOVIDADES

Cadastre-se e fique por dentro de tudo que rola na sociedade pernambucana.

Facebook

INSTAGRAM